3 ferramentas para seu corpo parar de sofrer

Seu corpo está sofrendo ou divertindo-se? A maioria das pessoas, que estão cientes de seu corpo, enfatizam os “problemas” com ele. Elas se concentram em suas dores, doenças, desconfortos, sinais de envelhecimento ou muitos outros julgamentos sobre corpos.

 

E quanto a você? Considere o que tende a surgir quando você se olha no espelho ou percebe seu corpo.

E se o seu corpo não for um problema a ser sofrido? Seu corpo poderia ser uma fonte constante de alegria e contribuição para sua vida? Quando você julga seu corpo, você impõe suas ideias sobre o que funcionará para ele, mas seu corpo tem sua própria consciência. A maioria de nós tenta desligar essa consciência.

 

Dê uma olhada em sua experiência com a consciência corporal.

Com que frequência você vai contra o que seu corpo lhe diz? Você…

  • come algo que você sabe que seu corpo não gosta
  • usa uma droga que seu corpo está lhe dizendo para evitar
  • usa roupas que seu corpo não gosta
  • vai para a cama com alguém que você sabe que não deveria ir e depois, você pensa: “Eu não deveria ter feito isso!”

 

Quando você tem esses momentos de consciência, é o corpo tentando lhe dizer o que vai funcionar e o que não vai funcionar.

Seu corpo avisa: “Preste atenção! Isso não vai dar certo.

Quando você resiste à consciência que seu corpo está tentando presentear você, falando mais alto, tentando fazer com que você o ouça. Dor, desconforto e doença podem ser o resultado de ignorar seu corpo que tenta chamar sua atenção.

 

Você gostaria de desfrutar do seu corpo e permitir que sua consciência contribua para sua vida?

Aqui estão 3 ferramentas para ajudar:

 

  1. Seja comunicação

Percebendo o que seu corpo deseja e requer que fará com que funcione melhor para você,  comece a ouvir seu corpo.

 

A comunicação começa com perguntas. Você não estará tão propenso a ouvir o que seu corpo gostaria se você não perguntar! Para o próximo dia (ou semana), pergunte ao seu corpo sobre tudo o que lhe diz respeito:

 

  • “Corpo, que roupa você gostaria de usar?”
  • “Corpo, você gostaria de comer agora?”
  • “Corpo, como você gostaria de se mexer?”
  • “Corpo, com quem você gostaria de dormir?”

 

Seu corpo não se comunica através de palavras, então não espere ouvir uma resposta. Lembre-se, o que é verdade faz com que você se sinta mais leve, por isso, mesmo que não tenha certeza do que seu corpo está dizendo, comece a seguir o que parecer mais leve.

 

Por exemplo, se o seu corpo gostaria de comer, você pode dar algumas opções e ver qual se sente mais leve. Se você está procurando no seu armário, observe por quais roupas seu corpo é atraído e o que o faz se sentir bem.

Com a frequencia contínua de perguntar ao seu corpo sobre tudo, você ficará mais familiarizado de como ele se comunica com você.

 

  1. Esteja em comemoração e gratidão

Quando você está mais focado nas falhas que vê em seu corpo, é fácil perder de vista as várias formas de seu corpo apoiar você. Tudo o que você faz o dia todo envolve seu corpo. Como você pode usar cada uma dessas ações para celebrar a contribuição que seu corpo é para você?

 

  • Escovar os dentes pela manhã, apreciar os dentes, gengivas, língua e mandíbula.
  • Andando pela rua, aproveite o movimento e a força de suas pernas e pés, dando-lhes gratidão por quão bem eles o levam pela vida.
  • Comendo uma refeição, celebre suas mãos que o ajudam a comer, todo o seu sistema digestivo para absorver a nutrição e sua corrente sanguínea para distribuir os nutrientes.

 

Julgamento e gratidão não podem coexistir, então quanto mais você estiver em gratidão pelo seu corpo, menos você será capaz de julgá-lo.

Se você tentar esse exercício e perceber que há pensamentos sobre como seu corpo não está funcionando tão bem quanto você gostaria, observe esses pensamentos e lembre-se de que eles são apenas um ponto de vista interessante.

Ponto de vista interessante, que eu tenho esse ponto de vista …

Diga para si mesmo: “Ponto de vista interessante, que eu tenho esse ponto de vista” e veja se ele muda. Diga isso mais algumas vezes até que a energia do julgamento se dissipe e depois retorne à gratidão.

 

  1. Esteja com pessoas que amam seu corpo

Se você não está apaixonado por seu corpo, uma das melhores maneiras de mudar isso é começar a dizer adeus às pessoas que não amam seu corpo! Sempre haverá alguém que vai amar seu corpo.

 

Comece perguntando: “Quem gosta do meu corpo?” E peça ao seu corpo para encontrar as pessoas que gostam dele.

Quando você pode olhar através dos olhos de alguém que não tem julgamento do seu corpo, tudo pode mudar.

Quem na sua vida vê o seu corpo sem julgamento? Todos os dias, dê uma olhada no seu corpo através dos olhos deles.

Ao ouvir o seu corpo, lhe seja grato e cerque-se de pessoas que gostam dele, você começará a incorporar o verdadeiro dom que o corpo é.

O que se abriria para você se você parasse de sofrer com seu corpo e começasse a apreciá-lo? O que você poderia criar em sua vida pelo presente que seu corpo é?

Curta e compartilha nas suas Redes Sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *